Nesta quinta-feira (30), a polícia turca deteve 13 pessoas, entre elas três estrangeiros, depois do triplo atentado suicida que matou 42 pessoas na terça-feira, no aeroporto Ataturk de Istambul.

Foi realizada uma operação simultânea em 16 domicílios da cidade, indicou a agência pró-governamental, sem informar a nacionalidade dos estrangeiros.

Segundo uma autoridade turca, “é possível que ao menos um dos suicidas seja de nacionalidade estrangeira”. O jornal “Hurriyet” afirmou que um dos criminosos é Osman Vadimov, um checheno de origem russa.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.