O governo australiano decidiu iniciar uma busca pela cor mais repugnante aos nossos olhos. Para isso, contrataram a agência Gfk Bluemoon, onde os pesquisadores trabalharam por incessantes três meses até encontrá-la. Você deve estar se perguntando o motivo.

Nada mais nobre: combater o tabagismo. Em 2012 a pesquisa teve fim e a cor escolhida foi o Pantone 448 C (opaque couché).  Um tom castanho depressivo que, segundo a agência, teria ação instantânea em afastar consumidores de um produto que mata 6 milhões de pessoas por ano, no mundo.

Pantone 448C: Na pesquisa, a cor foi descrita como suja e repulsiva.

Pantone 448C: Na pesquisa, a cor foi descrita como suja e repulsiva.

Com a conclusão do estudo, o governo da Austrália decidiu fazer utilização da cor em todas as embalagens de cigarro, obrigatoriamente. Outros países como Irlanda, França e Reino Unido adotaram a estratégia. Na França, a lei foi aprovada em dezembro de 2015, então todas as identidades visuais foram substituídas pelo padrão do opaque couché. O caso mais recente foi no Reino Unido, onde a lei começou a valer no fim de maio desse ano.

cigarro

Nos países onde o Pantone 448C já é utilizada há algum tempo, o índice de adesão ao consumo do cigarro está caindo expressivamente. Essa é mais uma das provas do quanto uma cor pode influenciar nossas decisões e sentimentos quanto a produtos, embalagens e designs no geral. Ou vai me dizer que ainda não conhece o poder das cores?

Fonte: Design Culture

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.