Uma Kombi que roda o país fomentando a leitura e o acesso aos livros, está estacionada em Valença por duas semanas. O projeto Maktub doa e recebe doação de livros.

 

Há dois anos e sete meses, o catarinense Cristian Neres da Silva percorre o país com o seu projeto cultural denominado Maktub – palavra árabe que significa “já estava escrito” – levando a leitura aos locais mais carentes das cidades em que visita. Nesta semana e na próxima, a Kombi do Maktub tem como endereço a cidade de Valença. De 4 a 8 de dezembro, das 08h às 17h30, o veículo fica estacionado na Praça da República, no centro, e de 9 a 15 do mesmo mês visita os distritos da zona rural para doação de livros arrecadados na primeira semana.

 

Funciona assim, o leitor leva dois livros (não precisa ser novo) para doar e tem direito a escolher um livro no stand do projeto. As centenas de títulos também estão disponíveis para venda por valores que variam entre R$1 e R$10. Quem desejar também pode realizar doações de livros para o Maktub, que recebe exemplares dos mais diversos, com exceção de livros didáticos.

O leitor mirim Ariel Lima conferiu o projeto

O leitor mirim Ariel Lima conferiu o projeto

 

O estudante Ariel Lima do Rosário de 11 anos, na companhia do pai, estava empolgado com a novidade na praça. Ao Valença Agora, Ariel declarou que é leitor de gibis e que adora histórias e contos que contenham mistério em seu enredo. “A leitura é importante pra gente aprender mais e se desligar um pouco do celular”, ressaltou o leitor mirim que enxerga a leitura como um momento de lazer.

 

Em entrevista ao Jornal Valença Agora, o idealizador do Maktub, Cristian Neres, contou que passou por 15 estados brasileiros e que o objetivo é sempre o mesmo: “incentivar as pessoas a leitura e a troca do conhecimento”, disse o empreendedor. “Quanto mais você lê, mais você aprende, mais conhecimento de mundo você obtém. Torna-se uma pessoa mais crítica e consequentemente uma pessoa melhor e com uma visão de mundo mais apurada”, acrescentou Cristian.

 

Cristian Neres com sua Kombi do Maktub já passou por 15 estados do país

Sobre o avanço da tecnologia e a chegada dos livros digitais, Cristian é otimista em relação à permanência do impresso na preferência dos leitores. “Os escritores nunca vão deixar de imprimir seus livros no papel e os leitores não abrem mão de ter o físico para fazer sua leitura. É um exercício prazeroso. Dá para caminhar lado a lado, o tradicional e o digital, sem que um elimine o outro”, opinou.

 

O projeto cultural Maktub conta com o apoio da Prefeitura de Valença, através da Secretaria Municipal de Educação e de empresários locais durante sua estadia na cidade.

Projeto atraiu estudantes e transeuntes

Projeto atraiu estudantes e transeuntes

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.