O brasileiro Odair Santos conquistou a primeira medalha do Brasil na Paraolimpíada do Rio nesta quinta (08), no Engenhão. Ele conquistou a medalha de prata nos 5000 m na classe T11, para deficientes visuais totais.

Odair Santos conquista medalha de prata na Paraolimpíada do Rio

Odair Santos conquista medalha de prata na Paraolimpíada do Rio

Odair começou a prova em um ritmo mais lento, parte da estratégia do atleta, e ficou em quarto lugar até pouco mais de 10 minutos de prova, quando deu o bote em seus adversários e assumiu a liderança. Nos últimos metros, no entanto, acabou ultrapassado pelo queniano SamwelMushaiKimani, que conquistou o ouro com o tempo de 15min16s11. O tempo do brasileiro foi de 15min17s55. O bronze ficou com o também queniano BII Wilson (15min22s96).

O atleta já havia conquistado sete medalhas paraolímpicas, sendo três de prata e quatro de bronze. Esta é a segunda Paraolimpíada que Odair disputa como deficiente visual completo, na T11. Ele perdeu totalmente a visão em 2010. Antes disso, disputou Atenas-2004 e Pequim-2008. Aos 35 anos, ele ainda é o atual campeão mundial dos 1500 m em sua classe.

Primeiro Ouro

Ricardo Costa de Oliveira levou o primeiro ouro do Brasil nas Paralimpíadas

Ricardo Costa de Oliveira levou o primeiro ouro do Brasil nas Paralimpíadas

O brasileiro Ricardo Costa de Oliveira, que disputa o salto em distância na categoria T11, para pessoas com deficiência visual, conquistou o primeiro ouro do Brasil nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro nesta quinta-feira, primeiro dia de disputas.

Oliveira saltou 6,52 metros, na última tentativa (assista o momento no vídeo abaixo), e ultrapassou o recordista mundial Lex Gillette, dos Estados Unidos, na disputa paralímpica. O norte-americano decepcionou e saltou “apenas” 6,44 metros e ficou com a prata, já o ucraniano RuslanKatyshev ,com 6,20 metros ficou com o bronze. Com o resultado, Ricardo ficou a 15 centímetros do recorde olímpico.

Daniel Dias é ouro na natação

Daniel Dias ganha ouro na estreia na Paralimpíada do Rio 2016

Daniel Dias ganha ouro na estreia na Paralimpíada do Rio 2016

O multimedalhista Daniel Dias estreou com vitória na Paralimpíada na noite desta quinta-feira. Com o tempo de 2:27.88, ele ganhou a medalha de ouro nos 200m livre masculino, a primeira da natação paralímpica brasileira. Com a vitória, Dias soma, agora, 16 medalhas em Jogos Paralímpicos. A prata ficou com o norte-americano Roy Perkins e o bronze com o britânico Andrew Mullen.

Desde o início da prova, o maior medalhista brasileiro em paralimpíadas não deu chances aos adversários e abriu larga vantagem. Mesmo nadando forte, no entanto, Daniel Dias não conseguiu superar o recorde mundial da categoria.

Daniel Dias tem 28 anos, e nasceu em Campinas (SP). Ele nasceu com má formação congênita dos membros superiores e da perna direita e descobriu o paradesporto ao assistir o nadador Clodoaldo Silva em uma das provas dos Jogos Paralímpicos de Atenas 2004.

Ítalo conquista o Bronze e já pensa em Tóquio 2020

Ítalo Pereira ainda disputa as provas de 50m, 100m e 400m livre nas Paralimpíadas do Rio

Ítalo Pereira ainda disputa as provas de 50m, 100m e 400m livre nas Paralimpíadas do Rio

Não foi só com Daniel Dias que a torcida brasileira vibrou no primeiro dia das Paraolimpíadas no Estádio Aquático. Ítalo Pereira levantou a torcida com um bronze muito comemorado e o atleta já pensa em conquistar medalha em Tóquio 2020. Em uma prova bastante disputada, Ítalo superou o ucraniano MarianKvasnytsia por exato um segundo para chegar em terceiro lugar na final dos 100 metros costas, categoria S7.

Ítalo nasceu com mobilidade reduzida devido a uma rubéola congênita. Aos 13 anos decidiu incluir a natação na sua rotina para substituir a fisioterapia. “O médico sempre passava para mim fisioterapia e eu achava aquilo muito chato. Então ele me deu a opção de fazer natação ou fisioterapia. Então, escolhi natação. Até então eu não sabia da grandeza do esporte paralímpico.”, disse o atleta.

Antes de pensar no Japão, Ítalo tem metas mais urgentes. Ele ainda disputa outras provas na Paralimpíada do Rio. Ele estará nas provas de 50m, 100m e 400m livre.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.