anuncie_agoraNesta sexta-feira (15) o governo do presidente interino Michel Temer, anunciou medidas que implicam alterações na forma de remuneração dos bancos ligados ao FIES, gerando preocupação para as entidades que representam as faculdades privadas.

Para o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior de São Paulo, a mudança prevê mais custos às instituições de ensino, que causarão impacto nos reajustes das mensalidades para 2017.

Essa nova medida estabelece que, parte da remuneração aos bancos, o equivalente às taxas administrativas, seja custeadas pelas faculdades que participam do programa. Antes, o Governo Federal era quem pagava essas despesas. A mudança prevê estimativa de que haja uma economia para a União de pelo menos, R$ 400 milhões por ano.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.