Celebrado em 11 de abril, o Dia Mundial do Parkinson deste ano inspirou uma campanha especial. Trata-se da conscientização universal devido aos 200 anos de descrição da doença por James Parkinson e seu reconhecimento como uma condição de saúde.A proposta, lançada pela European Parkinson’s Disease Association (EPDA), é gerar um volume grande de publicações nas redes sociais, durante a data, com a hashtag #UniteForParkinsons.

No Brasil, a fisioterapeuta Lorena Almeida – responsável pelo Ambulatório de Transtornos do Movimento e Doença de Parkinson do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador – é uma das apoiadoras da campanha. Além do engajamento virtual, a profissional promoverá, nesta terça-feira (11), a oficina “Dança como um recurso terapêutico para pessoas com Parkinson”. Aberta ao público, será no auditório do prédio anexo à unidade, às 14h.

“Um dos objetivos da atividade é mostrar para as pessoas com Parkinson que elas têm potencial para se manter ativas de diversas formas. A ideia surgiu da possibilidade oferecida pela dança de ajudar a melhorar alguns sintomas da doença, como a instabilidade postural”, explica Lorena, que é doutora em Ciências da Saúde.

Com coordenação da fisioterapeuta, a aula será conduzida por Daniel Moura, licenciado e bacheral em Dança e doutorando em Artes Cênicas, pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). “Ele é filho de uma paciente assistida pela equipe do nosso ambulatório. Como acompanha as sessões de fisioterapia que a mãe realiza semanalmente no HGRS, foi possível identificar metas que poderiam ser alcançadas aliando os conhecimentos da fisioterapia específica para Parkinson e alguns fundamentos da dança”, acrescenta Lorena.

Para as redes sociais, ela pede que o maior número possível de pessoas que trabalham ou lutam pela causa compartilhem motivações. “Pessoas com Parkinson, familiares, cuidadores, profissionais da saúde, entre outras, usem a hashtag no dia 11 de abril para compartilhar pensamentos, experiências, esperanças, planos para o futuro, e, dessa forma, fazer com que #UniteForParkinsons seja bastante usada e viralize nas redes sociais. Podemos postar frases, textos, fotos, vídeos, sempre acompanhados de #UniteForParkinsons. No Dia Mundial do Parkinson, vamos nos unir pelo Parkinson! Let’s #UniteForParkinsons!”, convoca a fisioterapeuta Lorena Almeida.

Ambulatório de Transtornos do Movimento e Doença de Parkinson do HGRS

Sob responsabilidade do neurologista Guilherme Valença e da fisioterapeuta Lorena Almeida, o ambulatório funciona duas vezes por semana (tardes de segundas-feiras e manhãs de quintas). Os principais problemas acompanhados pela equipe são doença de Parkinson, outros tipos de parkinsonismo, distonias e coreias.

A marcação de consultas é realizada de segunda a sexta, das 7 às 17h, na recepção do prédio anexo ao Hospital Geral Roberto Santos. Para tanto, é necessária requisição para atendimento com neurologista e/ou fisioterapeuta, com o motivo de encaminhamento.

Ascom HGRS

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.