Dois estudantes de arquitetura de Roterdã, nos Países Baixos, criaram uma tecnologia capaz de construir casas de forma sustentável. Os alunos desenvolveram tijolos feitos a partir do reaproveitamento do lixo industrial da região.

A ideia acabou se tornando um negócio social: a dupla fundou a startup “Stone Cycling“, especializada em comercializar tijolos feitos de materiais descartados. O produto, denominado “WasteBasedBricks”, tem feito sucesso, mas demorou algum tempo para que os inventores chegassem a uma fórmula perfeita.

Para construir os tijolos, o segredo é juntar vidro, cerâmica e resto de lixo industrial. Também é possível usar restos de tijolos tradicionais e descartes de demolição. Além de reutilizar os materiais, o processo de produção usa menos energia e, portanto, é mais sustentável que o tradicional.

Os estudantes ainda precisam de mais investimentos para viabilizar a comercialização da tecnologia em grande escala. A boa notícia é que, por meio de uma parceria com a Academia de Arquitetura de Amsterdã e com designers do Studioninedots, a startup poderá desenvolver tijolos que se encaixam como peças de LEGO.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.