A Praia de Guaibim recebeu no último fim de semana o Motofest, evento que reuniu centenas de motociclistas das mais diversas partes do Brasil, além de moradores da região que, embalados pelas bandas de rock, movimentaram ainda mais a praia no fim de semana. Com o apoio da prefeitura municipal e empresários locais, o motofest, que já faz parte do calendário festivo municipal entra como mais um evento para fortalecer a economia turística na região.

224691_1014372325303790_3764782178098439495_n

Idealizado na cidade inicialmente pelo engenheiro Douglas Jorge, que também foi lembrado e homenageado, o evento este ano foi agregado ao “bate e fica”, encontro de motociclistas já realizado no Guaibim por Daniela Teixeira, sendo iniciando já na quinta com um “esquenta” animado pelas bandas locais David Terra e Covermind.

10468359_1014372675303755_5240137861605057981_n

Na sexta, em abertura oficial, a prefeita Jucélia Nascimento destacou a importância do evento para aquecer a economia. “A praia está cheia, os hotéis movimentados com turistas de todas as partes. Agradeço aos parceiros como a Itaipava e a Polícia Militar. Quero aproveitar para convidar a todos para o nosso São João que já se destaca não só na Bahia, mas no Brasil”.

Júlio Oliveira, secretário de turismo, destacou a presença de cerca de dois mil motociclistas com acompanhantes, que vieram de estados como Tocantins, Maranhão, Brasília, Paraná, Minas Gerais, Goiá, Pernambuco, dentre outros. Para ele “o Guaibim Moto Fest 2016 se constitui no mais novo produto turístico de Valença, uma vez que como agentes multiplicadores do turismo, os motociclistas prometeram voltar e indicar aos amigos a praia de Guaibim como referência turística da Costa do Dendê”.

10345541_1014372535303769_6882644826221914961_n

Entre os visitantes destacou-se o proprietário do triciclo, intitulado “cavaleiro solitário”, da cidade de Recife, em Pernambuco, que já é figura conhecida nos eventos motociclisticos, além da predominância do rock, cmo ritmo que embalou as noites no palco montado ao lado da pista de skates, onde várias bandas revezaram-se, entre elas a Primitiva, de Ipiaú e a banda local, Covermind, que em seu show homenageou o músico Sherman Lucius, falecido recentemente. Para João Neto, guitarrista da banda, o evento foi o melhor que já presenciou. “Houve um forte policiamento, com o apoio da guarda municipal o que evitou confusões”.

Ao lado do palco foi montada também uma espécie de feira, onde bem distribuídos em stands, os clubes motociclistas e empresas da área puderam comercializar seus produtos entre capacetes, jaquetas, camisetas e outros acessórios. “Esse espaço é importante para interagirmos com outras pessoas desfazendo alguns mitos como o uso da caveira e das roupas pretas. A caveira representa pra nós que todos somos iguais. Já a cor preta é a que menos suja, é a cor do asfalto”. – destacou um vendedor.

O circuito foi montado entre a Pousada Nativa e o Restaurante da Mara, onde os motociclistas puderam estacionar, exibindo suas “máquinas” e caminharem pela praia que ganhou uma iluminação especial, ou conhecer a culinária local, além do stand da Brione, que bem posicionado, no centro do evento, aproveitou para divulgar seus novos modelos automotivos. Outro espaço que também ganhou destaque com uma programação própria foi o Hotel Guaibim. Lá, os motociclistas confraternizaram-se com uma saborosa feijoada, à beira da praia, com som ao vivo.

Para Frank Roseira, presidente da ATIVA, o evento foi importante por movimentar as pousadas e hotéis, no entanto, precisa ser melhor planejado para que toda a rede turística ganhe. “O evento teve todo o apoio do empresariado local, mas poderia ser melhor planejado e divulgado, aumentando seu sucesso e gerando mais renda. Para o lado do Guaibinzinho não houve movimento e muitos visitantes ficaram ociosos durante o dia por falta de estratégias que valorizassem nosso potencial turístico. Não só nossas belezas naturais, como a culinária e a cultura poderiam ter sido mais valorizadas, ampliando o número de visitantes hospedados não só em Guaibim como nos hotéis e pousadas em Valença”.

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.