Ímpetos da orgia

 

Esta gota final é de minha lembrança,

Ainda cristalina clara como o dia,

Robusta neste aspecto de luz não descansa,

Mostrando em espetáculo vida e alegria.

 

Translúcida se exibe mostrando chegança,

Jovem, rosada qual sol que tudo irradia,

Teus olhos não se ofuscam verá bem a dança

Rapaziada vozeia nos ímpetos da orgia.

 

Segue índole do bem querer, adoro afago,

Em peças de cristal vinhos dão emoções,

Prazeres no teu corpo inteiro onde me alago.

 

Esperto te dar as mãos pra lavar tua alma,

Nos meus braços juntarmos nossos corações

Sentir melhor a vida com amor que acalma.

assinatura

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.