Sucessor de Rodrigo Janot poderá apresentar ação contra o empresário

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam que o sucessor do procurador-geral Rodrigo Janot é capaz de apresentar ação contra Joesley Batista, delator da JBS. De acordo com integrantes da Corte, a ação poderá acabar com o acordo que o atual procutador fez com o empresário.

Joesley é delator da Operação Lava Jato e fez revelações comprometedoras que envolvem o nome do presidente Michel Temer e do senador, agora afastado, Aécio Neves (PSDB-MG). Como destaca a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, Janot concedeu perdão judicial a Joesley. No entanto, os benefícios dados ao empresário devem ser rediscutidos pelo novo procurador e o executivo corre o risco de ser denunciado pela PGR.

Alguns ministros do STF acreditam que o STF pode barrar os benefícios, recusando-se a homologar o acordo. Enquanto outros avaliam que os termos não podem ser revistos, sob pena de colocar em risco futuras delações.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.