A luta entre Jon Jones e Daniel Cormier, que aconteceria no UFC 200, no próximo sábado, está cancelada. Tudo por conta de Jon Jones mais uma vez, que foi notificado por uma potencial violação de doping.

O possível doping de Jones foi descoberto pela Agência Antidoping dos EUA (Usada) em um exame realizado no dia 16 de junho, fora do período de competição. O lutador pode ser suspenso por até dois anos por ser reincidente. Ele só vai se pronunciar na manhã desta quinta-feira, provavelmente em Las Vegas.

anuncie_agoraCom a baixa, o presidente do UFC, Dana White, anunciou que a luta principal do evento do próximo sábado agora será entre os pesos-pesados BrockLesnar e Mark Hunt.

“Ele vai ter a chance de se provar inocente antes de ser declarado culpado. Mas claro, se for culpado, será uma decepção enorme”, disse Dana White. “É uma m… Eu não sei mais o que dizer. É uma infelicidade”, completou.

Daniel Cormier, por sua vez, fica à espera de um milagre para continuar no card do UFC 200. O próprio Dana White disse que há uma pequena possibilidade de ele ter um novo rival para o próximo sábado.

Esta não é a primeira vez que Jones é pego no antidoping. Ele foi flagrado por uso de cocaína no início de dezembro de 2014, também quando estava fora do período de competição. Naquela ocasião, o lutador foi apenas multado pelo UFC em cerca de R$ 65 mil por violar o código de conduta da entidade.

Já em abril do ano passado, Jones voltou a se envolver em polêmica. O meio-pesado causou e fugiu de um acidente de carro em Albuquerque, no Novo México. Um veículo avançou o sinal vermelho e colidiu com outro, deixando uma mulher grávida com o braço quebrado.

O carro que causou tal acidente era alugado e contava com os documentos de Jon Jones em seu interior. O motorista, que teria sido identificado por testemunhas como o próprio lutador, fugiu do local a pé, voltou, pegou uma quantia em dinheiro e fugiu novamente. Para piorar ainda mais a situação, maconha e um cachimbo foram encontrados no veículo abandonado.

Jon Jones ficou um dia incomunicável até se apresentar à polícia e ser detido. Ele ficou cerca de três horas preso até pagar a fiança e ser liberado.

Depois dessa última confusão, o norte-americano perdeu o cinturão da categoria e ficou sem lutar até março deste ano, quando bateu Ovince Saint Preux na decisão unânime dos juízes e conquistou o título interino dos meio-pesados. No próximo sábado, ele enfrentaria Cormier para ver quem ficaria com o cinturão do UFC.

 

Conteúdo ESPN

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.