No atentado terrorista na cidade de Nice, na França, reivindicado pelo Estado Islâmico, um terço de suas 84 vítimas também eram muçulmanas. Esses números foram dados pelo porta-voz da União dos Muçulmanos dos Alpes-Marítimos, Kawthar Ben Salem.

A União dos Muçulmanos dos Alpes-Marítimos está encarregada de realizar os funerais de pelo menos 30 das vítimas do atentado no dia da Queda da Bastilha, incluindo homens, mulheres e crianças.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.