A programação completa

17:00- Fica Valença

Roda de Capoeira

18:30 – Zai Pereira

‘’Ator, poeta, militante cultural, atualmente estuda história na UFRB (em Cachoeira). Suas poesias tem circulado em palcos, fanzines e nas ruas. Vem fortalecendo a ação cultural com o trabalho de produção também.’’

18:50 – Dalmo reis

19:10 – Otávio Mota

‘’Otávio Mota é artista visual, dramaturgo, escritor e coordenador do Centro de Cultura. Publicou os livros Pensar Fluidos e Apocalipse Man, além de ter encenado as peças Apocalipse Man, Ensaio para um Grito Brando, Bidi, Calu e o Rei Raul e Amares- Uma Saga de Todos os Ares. Participa das antologias Valenciando, Rio de Letras e 4 Ases e 1 Curinga.’’

19:20 – Ricardo Vidal

‘’José Ricardo da Hora Vidal, formando em Letras/Inglês (UNEB), especialista em Estudos Linguísticos e Literários (UFBA), poeta, escritor e membros da Academia Valenciana de Educação, Letras e Artes (AVELA).’’

19:30 – Francisco Nascimento

Chico Nascimento, Arte-educador, Dramaturgo, Diretor de Teatro, Poeta, Aprendiz da vida, Sonhador de justiça! 

19:40 – Vivacena

‘’O grupo teatral VIVACENA surgiu em Valença em 2007 com o espetáculo “A mulher que comeu caranguejo e ficou grávida”, realizando cerca de cem apresentações por dezenas de cidades baianas; além do infantil, Bob esponja e diversas oficinas de teatro e produção textual em cordel. Nesta Ocupação o VIVACENA se reúne para apresentar Djafar, um poema imortal! A cena conta com fragmentos de textos de Djafar, Chico Nascimento e colagem de músicas da MPB. No palco, os atores fazem uma homenagem poética ao artista negro, valenciano, Djafar Araújo’’

20:00 – Rafique Nascimento

‘’Rafique Nascimento é militante cultural, violeiro e cantador. Tem se apresentado no cenário cultural de Valença e participa da Orquestra Baiana de Música Pernambucana no IFBA, campus Valença.’’

20:20 – Everton Bacélla

‘’22 anos. Bailarino, iniciou em Valença no Grupo Afro Filhos da Terra com a professora Celia Praesent. Participou também do grupo Misturarte, BalléStillo Corpo e do Balé Folclórico da Bahia. Seu último trabalho solo intitulado Sentença é um experimento coreográfico que traz um portador do HIV/AIDS e levanta questões a respeito da relação entre a fragilidade de estar com um vírus que deteriora o corpo, através do enfraquecimento do seu sistema imunológico, e a convivência do portador deste vírus com a sociedade. Além de diversas apresentações em Valença, o trabalho também foi selecionado como parte da programação da 7 Jornada de Dança na Bahia e na 3° Conferência de Nacional de Juventude, em Brasília.’’

20:40 – Jefferson Brandão

Graduado em Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar (UNILA) e Mestrando em Educação do Campo (UFRB). Educador Popular, verseador, militante da agroecologia e da reforma agrária, filho das matas e guiado pelo tempo!

20:50 – Táta Luangomina

‘’Poeta negro brasileiro; Sacerdote da Comunidade Caxuté; Graduando em Humanidades pela Unilab. Membro do Coletivo de Estudo e Pesquisa Koiaqui Sakumbi. Desenvolve pesquisas sobre memórias e trajetórias religiosas de matriz africana no Baixo Sul da Bahia/Costa do Dendê’’

20:55- Mãe Bárbara

‘’Poetisa; Sacerdotisa afro; Fundadora da Comunidade Caxuté; Diretora da Escola Caxuté; Graduanda em Pedagogia pelo Instituto Ieste; Estuda a Pedagogia do Candomblé; Membro do Coletivo de Estudo e Pesquisa KoiaquiSakumbi.’’

21:05 – Everton Krull

20 anos. Escuta Rap desde pequeno. Sempre se perguntou sobre questões raciais e sociais em seu meio. Suas composições além de abordar essa temática, trazem como referências uma nova interpretação da história valorizando personagens como Lampião e Zumbi dos Palmares. Acredita no Rap como uma arma onde a mensagem possa ser passada em forma de ritmo e poesia.

21:20 – Rafael Souza

Natural da Chapada Diamantina, é aluno do IFBA campus Valença. Publicou poema na antologia poética PRÊMIO SARAU BRASIL 2014. Escritor de contos e poesias que representam os sentimento e as inquietudes diante dos desafios da nossa sociedade.

21:25 – Lara Vitória

‘’Estudante do ensino médio, é poetisa desde criança, feminista ativista. Tem escrito poemas abordando tema sobre racismo, violência domestica, feminismo e resistência da cultura negra.’’

21:30 – Art&Manha

21:50 – Ronaldo Soares

‘’Estudante do IFBA, campus Valença, é compositor, guitarrista, vem se dedicando ao seu próprio cancioneiro de sentimento intenso.’’

22:00 – Thiago Mascarenhas

22:15 – Comunidade Quilombra

Banda Quilombra – Tropical-Elétrica-Style.

‘’Formada em 2003 por jovens músicos oriundos da cena alternativa do Baixo Sul da Bahia, mais especificamente na cidade de Valença, o grupo mescla estilos como Rock, hardcore, reggae, hip-hop, raga, mangue-beat, afrobeat e manifestações culturais locais como Zambiapunga. A banda criou seu próprio estilo musical denominado Tropical-Eletrico-Style, tendo composições próprias. Teve como formação inicial integrantes de outros grupos musicais dos anos 90. Foram eles: Davdson Monkey (ex Besouros que Fedem)-vocal e base; Fred Gaso (U.T.I. ) –bateria; Marcos caldas (ex-Tocaia Hoots )-contrabaixo; Magoo Tatoo (ex U.T.I.)-Guitarra; Edson dos pico-Tambor de Zambiapunga Ao longo desses anos o grupo passou por algumas modificações de guitarristas ou outros instrumentistas, mantendo nesse período sua base inicial. Sua formação inicial teve influencias de bandas e artistas de décadas e épocas distintas como Pink Floyd, Led Zeppelin, Iron Maiden, Raul Seixas, toda geração Grunge, rock roll anos 80 (principalmente Camisa de Vênus), O Rappa, Planet Hemp, Besouros Que Fedem, Ramones, Chico Science e Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, Gustavo Black Alien, Fela Kuti, Bob Marley dentre outros.
Na sua trajetória de 13 anos a banda realizou sucessivos shows em toda Região e Capital. Boipeba, Morro de São Paulo, Gamboa do Morro, Guaibim e Garcês são algumas das praias onde a banda já marcou presença.
Além de Valença, Taperoá, Ituberá, Santo Antônio de Jesus, Salvador e em diversos eventos estudantis da Ufba, sempre com grande êxito e reconhecimento ao seu estilo.’’

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.