Dr. Ricardo Fonseca concedeu entrevista a uma rádio do município no início da tarde desta quarta-feira (06)

anuncie_agoraO Diretor Médico da Santa Casa de Misericórdia de Valença, Dr. Ricardo Fonseca, respondeu, na tarde desta quarta-feira (06), durante entrevista à Rádio Rio Una, algumas dúvidas e questionamentos de ouvintes. O infectologista esclareceu que, diante da crise vivenciada não só pela instituição, mas por todos os hospitais filantrópicos do país, a Santa Casa não possui recursos disponíveis para a contratação de cirurgiões plantonistas para o atendimento de urgência e emergência no seu Pronto Socorro. Além disso, os profissionais médicos estão perdendo o interesse em prestar serviços na região, migrando para outros centros. No entanto, é importante ressaltar que a unidade hospitalar continua realizando cirurgias eletivas, contando com equipe médica e cirurgião geral.

Dr. Ricardo Fonseca falou, ainda, sobre o risco de suspensão de serviços na Santa Casa frente ao subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS), que realiza repasses que não condizem com os custos reais dos procedimentos. Assim, a conta entre receita e despesa não fecha e a instituição, mensalmente, adquire um déficit de R$ 200 mil.

Dessa forma, é necessário o aumento dos valores repassados pelo SUS e a contribuição de prefeituras dos municípios atendidos pela Santa Casa. Hoje, somente a Prefeitura de Aratuípe realiza repasses para a instituição: R$ 5 mil/mês.

 

Fonte:Ascom/Santa Casa.

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.