Na última sexta-feira, 23, a Academia Valenciana de Educação, Letras e Artes –AVELA, realizou cerimônia no Centro de Cultura Olívia Barradas para celebrar seus 10 anos de fundação. O evento contou com o lançamento da Revista da AVELA, edição comemorativa que reúne trabalhos variados de autoria dos membros da academia; posse de novos acadêmicos e sarau lítero-musical.

 

presidente-da-avela-moacir-saraiva

Presidente da AVELA, Moacir Saraiva. Foto: Jornal Valença Agora

Fundada em 2006 pela professora e poetisa Macária dos Santos Andrade (in memoriam), a AVELA é atualmente presidida pelo professor e cronista Moacir Saraiva, que em seu pronunciamento ao início do evento, destacou o nome dos membros fundadores da Academia, Macária Andrade, Alfredo Gonçalves de Lima Neto, Mustafá Rosemberg e Araken Vaz Galvão. “Desse quarteto nasceu a AVELA, com o objetivo de discutir, debater e semear a cultura de Valença” – ressaltou Moacir Saraiva. O presidente da AVELA falou também das ações realizadas pela entidade, entre elas o I Encontro de Academias de Letras da Bahia, recitais, concursos literários, cursos, palestras, seminários, entre outros. Moacir agradeceu o apoio da sociedade valenciana nos trabalhos realizados pela AVELA, destacando em sua fala, a contribuição do Jornal Valença Agora. “O trabalho desenvolvido pela AVELA encontrou ressonância nos meios de comunicação, e quero destacar um que tem papel importante no fomento da cultura desta região, o jornal Valença Agora que tem provido e divulgado a cultura dessa terra”. Moacir finalizou fazendo um apelo à sociedade valenciana: “vamos ter uma cidade de leitores, uma cidade amante de livros, com muita cultura, se assim for feito a cidade vai melhorar, teremos um povo mais educado, mais conhecedor da sua história e mais participante do processo político”, concluiu.

 

A mesa teve a presença do presidente Moacir Saraiva; da diretora municipal de Cultura, Edna Xavier representando a Prefeitura de Valença; do escritor Araken Vaz Galvão; do médico e poeta Mustafá Rosemberg; do diretor do Colégio Gentil Paraíso Martins, Juliano Góes; Venerável Mestre da Loja maçônica Paz e Fraternidade de Valença, Roberval Vieira; da representante territorial de Cultura do Baixo Sul, Vanessa Andrade, representando a secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

 

A AVELA é composta por 19 membros. São eles: Macária dos Santos Andrade (in memoriam), Alfredo Gonçalves de Lima Neto, Araken Passos Vaz Galvão Sampaio, Mustafá Rosemberg de Sousa, Invamar Batista de Queiroz, Edgard Otacílio da Silva Oliveira (in memoriam), José Ricardo da Hora Vidal, Maria do Perpétuo S. Magalhães da Silva, Otávio Campos Mota Nunes, Pedro Geraldo Nascimento, Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo, Dário Loureiro Guimarães, Maria Raimunda Almeida Silva, Luiz Cláudio da Silva Santos, Ângela de Mérice Gomes, Francisco Carlos de Aguiar Neto, José Moacir Fortes Saraiva, Carlos Magno de Melo e Amália Gonzalez Grimaldi. Possui como membro honorário, Vidalto Oiticica, diretor do jornal Valença Agora. Tomaram posse na noite de comemoração, dois novos acadêmicos: a professora Albete Freitas de Souza Pereira e o poeta Vivaldo Ferreira.

 

Um vídeo apresentou a história da academia desde a sua fundação aos dias atuais, reunindo depoimentos de seus membros e atividades elaboradas pela entidade, bem como lançamento de livros de seus membros. Participaram da celebração de aniversário, os membros da Academia, a secretária municipal de Cultura, Aline Reis; o presidente da Federação de Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia, Raimundo Costa, a filha de Macária Andrade, Sra. Márcia Andrade, entre outras autoridades, além de artistas, professores e estudantes.

marcia-andrade-filha-da-fundadora-da-avela-macaria-andrade-acompanhada-de-seu-esposo

Márcia Andrade, filha da fundadora da AVELA, Macária Andrade, acompanhada de seu esposo. Foto: Jornal Valença Agora

Em entrevista ao Valença Agora, Márcia Andrade, filha da professora Macária Andrade – fundadora da AVELA e compositora do Hino de Valença – comentou sobre a oportunidade de ver o sonho de sua mãe completar dez anos. “É um imenso orgulho está aqui presente na comemoração de dez anos da AVELA que era um grande sonho, não só dela, mas de seus colegas. Eu via o quanto significava pra ela, ela fazia com muito entusiasmo, então saber que essa obra vai seguir fazendo a formação de novos escritores e estimulando os alunos a produzirem mais, é motivo de muito orgulho”, afirmou.

 

Vidalto Oiticica, diretor do Jornal Valença Agora expressou sua satisfação em contribuir com a história da AVELA. “Saio deste evento com a sensação de dever cumprido pelo reconhecimento e enaltecimento dado ao jornal Valença Agora por sua contribuição no fortalecimento da cultura e no processo educacional de Valença e região, através da leitura do periódico. Agradeço o reconhecimento da AVELA pelo trabalho realizado pelo jornal em contribuir na transformação do mundo intelectual da nossa região”, pontuou.

 

Durante o Sarau, o público apreciou músicas consagradas como “Tarde em Itapoã”, de Vinicius de Moraes, entre outras cantadas nas vozes de Vanessa Mendes e David Terra, além de poemas dos ilustres imortais da AVELA, declamados pelos acadêmicos, Alfredo Gonçalves de Lima Neto e Rosângela Góes.

 

Fotos: Jornal Valença Agora

 

 

 

 

 

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.