Em seu último discurso como presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou esta semana  que sua administração iniciará um novo e descomunal esforço para encontrar a cura do câncer, com a mesma determinação que há 60 anos se decidiu levar o homem à Lua.

“Em nome das pessoas que amamos e que perdemos e pelos familiares que ainda podemos salvar, façamos dos Estados Unidos o país que vai curar o câncer de uma vez por todas”, disse Obama no discurso sobre o Estado da União.

“Esta noite estou anunciando um novo esforço nacional para conseguir isto”, disse o presidente americano, revelando que o vice-presidente Joe Biden terá a responsabilidade de coordenar a nova iniciativa. – O filho de Joe, de 46 anos, morreu de câncer no cérebro ano passado.

O diretor médico da sociedade americana do câncer, Otis Brawley, disse que o maior desafio é ampliar a prevenção, mas que a cura já é realidade para alguns tipos da doença. O sucesso é de 80% nos casos de câncer de testículo, 50% nos de leucemia. Por isso, muitos se perguntam: a meta de Obama de perseguir a cura do câncer é populista ou realista?

Já os tumores no pulmão, pâncreas e cérebro são mais difíceis de combater. O professor diz que eles estão ligados à mutação de um gene chamado RAS.

Com informações do G1

 

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.